Entenda as diferenças e características entre porcelanato e cerâmica

Entenda as diferenças e características entre porcelanato e cerâmica piso porcelanato piso cerâmico
Entenda as diferenças e características entre porcelanato e cerâmica piso porcelanato piso cerâmico

No post anterior mostramos as principais diferenças do granito e mármore, pois também geram grande dúvida para quem está redecorando a casa. Aproveitando este espaço, vamos apresentar as diferenças e características de outros dois materiais bastante populares para quem está reformando ou já optou por aplicar pisos frios: a cerâmica e o porcelanato.

Para ajudar você a escolher entre um e outro é preciso, primeiro, separar a estética do produto e analisar melhor a sua funcionalidade, durabilidade e resistência. Assim, sua expectativa no material trará mais harmonia e equilíbrio para o ambiente escolhido.

Por isso, é importante compreender algumas diferenças entre cerâmica e porcelanato antes de decidir qual melhor se adapta ao espaço e ao seu investimento. Confira a seguir e inspire-se nos ambientes da Personalizze Ambientes.

Leia também: As tendências de cerâmica para 2018.

Definição e composição

Cerâmica vem do grego keramus, que significa “coisa queimada”. Numa simples definição, a cerâmica tem como principal matéria-prima a argila, que compreende 70% do composto. Além disso, inclui materiais inorgânicos e não-metálicos (com exceção do carbono), e é criada a partir de um processo em temperaturas elevadas.

Os revestimentos cerâmicos são bastante utilizados em construção civil, com diversas possibilidades de aplicação, alta durabilidade e variedade de estampas.

Já o porcelanato é composto por 70% de minerais rochosos, basicamente por misturas de argilas, feldspatos, quartzos e areias feldspáticas. É considerado um produto com tecnologia avançada e seu processo de fabricação passa por um tratamento a temperaturas altas, o que garante a boa resistência.

Ainda assim, em termos de sofisticação, o porcelanato é uma opção que costuma ganhar preferência. Ele é mais homogêneo do que o piso cerâmico e, quando polido, o brilho do material deixa o ambiente charmoso e elegante.

Processo de fabricação (tecnologia)

O processo de fabricação da cerâmica é um pouco mais simples do que o porcelanato devido a sua menor quantidade de substratos. Em suma, o processo de fabricação de produtos cerâmicos inicia com a extração da matéria-prima que se localiza em depósitos e jazidas. Após a extração, é realizado um controle de qualidade para manter as características do material e feito a moagem, preparação da massa, secagem, tratamento térmico e acabamento.

O porcelanato, por sua vez, possui um processo de fabricação que é tecnologicamente mais complexo. Isso devido a quantidade de materiais envolvidos na composição do produto. O processo é bem similar ao cerâmico, e na fabricação muitos produtos são submetidos a esmaltação e decoração. Em síntese, a tecnologia se inicia com a extração e em seguida se submete a um elevado grau de moagem, prensagem, tratamento térmico e acabamento.

A principal diferença do processo de fabricação da cerâmica e do porcelanato é a queima do produto. Em produtos cerâmicos, a queima gira em torno dos 850 ºC, já o porcelanato por volta dos 1.250 ºC. Isso é um aspecto importante para diferenciar a durabilidade do produto, pois quanto maior a temperatura de combustão, maior é a resistência do material.

Resistência e durabilidade

Conforme citado acima, quanto maior a temperatura de combustão de um produto em seu processo de produção, maior será sua resistência e durabilidade. Mas, além desse fator, devemos considerar alguns aspectos, como a a brasão, impermeabilidade e rejunte, pois podem alterar a durabilidade do material.

Por isso, é importante verificar com o profissional ou fabricante as características técnicas e qual o melhor revestimento para o seu ambiente.

Em termos de diferença de durabilidade, o porcelanato é mais recomendado devido ao seu modo de fabricação e resistência a ações químicas e desgastes em geral. Por isso, é mais caro e indicado para locais com elevado tráfego de pessoas. Além disso, é um produto que não absorve água, graças à sua densidade e ausência de porosidade. Portanto, é uma boa opção para áreas com maior umidade.

Devido a elevada absorção de água e tecnologia mais simples, a cerâmica acaba sendo menos resistente em relação ao porcelanato. É um material indicado a locais com menor tráfego de pessoas e tem a vantagem de ser mais econômico. Como também, possui uma variedade de tamanhos, cores e estampas que se adequam aos espaços.

Ambientes mais adequados

Mesmo que seja mais caro que o cerâmico, o porcelanato é até três vezes mais durável. Por isso, é ideal para a maioria dos ambientes devido as suas características físicas e fabricação controlada. É recomendado, principalmente, para locais úmidos ou com tráfego grande de pessoas, como banheiros e salas.

O piso cerâmico é mais em conta e é superversátil por possuir grande variedade de modelos que podem imitar pedras, cimento, pastilhas e mármore. Por isso, pode ser vantajoso para ambientes internos e decorações, como quartos, salas e hall de entrada.

Uma dica importante quando for decidir entre a cerâmica ou porcelanato é analisar se o material é para uma área molhada ou com maior absorção de gorduras e químicos, como banheiros, piscinas e cozinhas. Se for o caso, escolha um piso antiderrapante. Já se for escolher um piso para áreas mais secas, como sala, quarto ou escritório, opte por um piso liso.

Manutenção

A limpeza e manutenção da cerâmica e porcelanato podem ser mantidas com ações simples tomando alguns cuidados essenciais. Em suma, a limpeza do dia a dia deve ser feita com produtos neutros e específicos para cada revestimento. Por isso, opte por retirar a poeira com aspirador de pó ou vassouras macias para evitar riscar o material.

Um fator importante a considerar é o aparecimento de manchas. Elas podem surgir por diversos fatores, como bebidas, comidas, circulação, poeira, entre outros. Porém, também podem aparecer devido a limpezas efetuadas de forma incorreta ou uso de produto inadequado.

Para remover manchas, opte por água e detergente neutro. Assim, você evita que apareçam mais manchas no piso. Além disso, é importante não deixar nenhum produto agir sobre o piso, pois pode danificar o material. Por isso, aplique com panos macios e finalize com um pano seco.

A cerâmica e o porcelanato são bastante procuradas para quem busca reformar um ambiente. Diante disso, é essencial compreender as suas características e aspectos técnicos para não se arrepender depois de escolher o produto. Portanto, sempre verifique com um profissional antes de comprar e opte por revestimentos que sejam mais duráveis para o ambiente escolhido.

Gostou desse conteúdo? A Personalizze Ambientes atua há 18 anos no ramo de projetos de interiores. Somos a primeira loja Roca Select com todos os produtos da tradicional marca de cerâmica e porcelanato. Acompanhe nosso blog e Facebook para conhecer nossos projetos.

Posts relacionados

Deixe seu comentário

VALE-PRESENTE
DESCONTO DE 10% NA PRIMEIRA COMPRA
Preencha os campos abaixo e venha até a loja aproveitar seu desconto
→ Desconto válido exclusivamente para compras no ponto de venda;
→ Oferta unitária, não cumulativa.
close-link
Atendimento via WhatsApp